Contar com uma equipe capacitada e funcional é essencial para o enfrentamento dos desafios e o desenvolvimento de propostas criativas na organização. Nesse contexto, gerenciar as performances dos profissionais a partir das habilidades e potencialidades que eles apresentam é uma ferramenta importante para maximizar resultados e minimizar entraves.

Porém, existem espaços entre o que se espera de um funcionário e o que o trabalhador pode apresentar como resultados. Assim sendo, podemos dizer que os gaps de competência são bastante comuns e demandam um gerenciamento atento e cuidadoso.

Preparamos este conteúdo especial com informações sobre as competências, as lacunas nessas habilidades, as formas de identificar esses problemas e as estratégias para remediar as dificuldades. Ficou interessado? Continue acompanhando e entenda mais sobre o tema!

O que são gaps de competência?

Os gaps de competência são lacunas entre o perfil ideal para o cargo e os talentos que o profissional apresenta. Eles devem ser identificados e solucionados a partir de esforços do RH, dos gestores e dos colaboradores.

O setor de Recursos Humanos contribui com as análises e avaliações e estabelece um trabalho contínuo de aprimoramento, com apoio dos gestores. Com os gaps mapeados, é possível estabelecer diversas medidas para melhorar esses pontos.

Por que observar os gaps de competência?

Ter atenção a esse fator é vital para o sucesso dos negócios. A partir da identificação dos gaps, é possível delinear estratégias e estruturar feedbacks contínuos, visando ao aperfeiçoamento das capacidades da equipe.

Dessa forma, os profissionais podem aprimorar pontos que precisam de melhoria e fortalecer aspectos positivos. Esse processo acontece com orientação, diálogo e devolutivas frequentes, tornando-se uma experiência sólida, motivadora e construtiva para o time. Assim, o trabalhador se desenvolve e contribui para a maximização dos resultados na organização.

Como identificar os gaps de competência?

Para identificar os gaps, é importante realizar um mapeamento das competências necessárias para cada cargo. Para tanto, considere os objetivos da empresa, que fornecem um horizonte sobre o que será demandado dos colaboradores.

Além disso, lembre-se de categorizar essas habilidades levando a cultura organizacional em consideração. Uma boa proposta para fazer esse mapa é estruturá-lo dialogando com os gestores da corporação.

Em seguida, é necessário comparar o perfil ideal do cargo com o cenário que se tem na realidade. Nesse caso, é preciso, novamente, escutar as lideranças para que elas apresentem as perspectivas que têm dos profissionais.

Por último, convém realizar uma avaliação de desempenho. Na comparação de perfil, é possível identificar diversas lacunas. Já na avaliação, você vai ter uma investigação mais profunda, conhecendo melhor a realidade do funcionário e coletando informações primordiais para mobilizar soluções para os gaps de competência.

Como solucionar os gaps de competência?

Os gaps de competência devem ser vistos como lacunas naturais do processo de trabalho. Nenhum colaborador apresenta todos os talentos necessários, mas isso não é algo negativo.

Os problemas podem se tornar verdadeiras potencialidades, fontes de aprendizagem e de estruturação de novas perspectivas. Invista na sua equipe e aposte em diversas estratégias para melhorar as dificuldades e maximizar qualidades. Veja, a seguir, as principais medidas para solucionar os gaps!

Reveja os processos de recrutamento e seleção

Os processos de recrutamento e seleção podem ser aprimorados a partir da identificação dos gaps de competências. O mapeamento de habilidades necessárias para cada função, realizado anteriormente, pode oferecer uma grande contribuição para os processos seletivos.

Ele tem informações mais aprofundadas, já que conta com dados reunidos a partir das descrições de cargos e entrevistas com gestores. Dessa forma, é possível ter um perfil ideal da vaga mais detalhado e preciso.

Além disso, uma boa proposta para solucionar gaps é contar com o apoio da tecnologia nas contratações. Um software de recrutamento e seleção é uma solução interessante para categorizar, organizar e analisar as habilitações dos candidatos.

Crie planos de ação de acompanhamento individual

Um acompanhamento mais próximo, com diálogos e feedbacks sobre os gaps de competência de cada colaborador, pode ser uma boa alternativa para promover melhorias. A proposta é a construção de soluções em conjunto, ajudando o profissional a ver que ele pode contar com o apoio do RH para se aperfeiçoar.

Invista em capacitação

Os processos de educação corporativa são fundamentais para a melhora da qualidade e a elevação da performance. Eles também contribuem para aumentar a motivação e o engajamento dos colaboradores. Os treinamentos ajudam na renovação de repertório e na reciclagem de conhecimentos, contribuindo para a construção de soluções para os gaps de competências.

Trabalhe com uma cultura de feedback contínuo

Uma cultura de feedback contínuo traz uma série de benefícios para a organização. Ao estabelecer uma comunicação mais clara e aberta, ela ajuda a melhorar as relações no meio ocupacional. Isso contribui positivamente com o clima organizacional.

Além disso, a cultura de feedback contínuo permite o desenvolvimento de um trabalho colaborativo, em que profissionais e gestores se ajudam mutuamente. Outra vantagem é que o feedback desperta a motivação para o crescimento e a aprendizagem.

Invista em promoção de saúde ocupacional

Muitos gaps de competência surgem devido a condições de trabalho desfavoráveis e quadros de adoecimento ocupacional. Uma política de promoção da saúde na empresa é essencial para que o time tenha um melhor desempenho. Respeitar os horários de refeições e descansos, estabelecer um clima positivo e relações profissionais saudáveis é crucial. Além disso, invista em medidas de estímulo à atividade física e à alimentação balanceada.

Mantenha um diálogo constante com as lideranças

Para solucionar gaps em habilidades, é importante que o colaborador tenha feedbacks e direcionamentos das lideranças. Dessa forma, é essencial que o RH mantenha uma boa comunicação com os gestores, auxiliando-os nos desafios do dia a dia e no gerenciamento de equipes.

Então, gostou de aprender a identificar e solucionar gaps de competência na empresa? Aproveite e entre em contato com a Kenoby! Teremos prazer em ajudar!