Conheça os indicadores de avaliação de desempenho

Nova call to action

Assiduidade, índice de trabalho, produtividade diária e satisfação com o atendimento são apenas alguns dos indicadores de avaliação de desempenho, mas que já conseguem te ajudar a perceber os pontos fortes e fracos do seu time.

A avaliação de desempenho é uma ótima ferramenta para fazer diagnósticos, dar feedback e direcionar profissionais e equipes de trabalho. Para torná-lo ainda mais eficiente, é importante conhecer os indicadores de avaliação de desempenho.

Eles são, na verdade, índices que medem a performance dos profissionais em determinados quesitos, como assiduidade e/ou eficiência no trabalho. Desse modo, permitem que o gestor tenha uma visão mais holística para dar um parecer bem-sucedido ao talento.

Nós reunimos uma série de informações sobre o assunto e separamos os mais importantes indicadores de avaliação de desempenho. Portanto, continue a leitura!

Assiduidade no trabalho

O primeiro indicador mede as faltas e atrasos de cada indivíduo, avaliando seu compromisso com a atual função. Talentos que faltam demasiadamente, no mínimo, estão infelizes no trabalho ou sofrem outros problemas, o que deve ser verificado.

Para identificar o percentual de assiduidade, basta dividir o total de horas não trabalhadas de um indivíduo pelo total de horas efetivamente trabalhadas, depois multiplicar o resultado por cem. Assim, terá um excelente indicador em mãos.

Os indicadores de avaliação de desempenho podem ser aplicados também no cálculo dos indicadores do RH. Baixe agora nossa apresentação que vai te ajudar nessa tarefa!

Índice de retrabalho

Quanto cada colaborador precisa fazer o retrabalho de uma peça ou serviço?

Quando o número de retrabalho é elevado, significa que o profissional está trabalhando com as ferramentas incorretas ou está dando pouca atenção ao que é feito. O que, mais uma vez, deve ser verificado pelo profissional de RH.

O índice de retrabalho é muito simples de ser calculado: basta dividir o total de peças retrabalhadas pelo total de peças produzidas no mesmo período. O ideal é que o índice seja zero ou um valor próximo disso. Use esse indicador no feedback ao funcionário.

Produtividade diária

Outro indicador é a produtividade. A grosso modo, ela mede a relação entre a produção e os recursos usados para executar o serviço. Os maiores talentos têm uma boa produtividade diária, isto é, conseguem produzir bastante com uma pequena quantidade de recursos.

A produtividade é calculada ao dividir a quantidade total de bens ou serviços gerados pelo total de recursos utilizados.

Para saber se a produtividade final está adequada, é necessário compará-la com padrões preestabelecidos da própria empresa ou do mercado. Monitore a produtividade e compartilhe-a no feedback com os talentos.

Índice de satisfação com o atendimento

Um último indicador é a satisfação dos clientes finais. Eles estão felizes com o atendimento recebido e voltariam a comprar na empresa?

Há uma série de maneiras para diagnosticar a avaliação dos clientes com o atendimento recebido. O ideal é estruturar um questionário prévio e fazer perguntas-chave aos clientes, como: indicaria nosso atendimento para um amigo?

As informações obtidas devem ser repassadas aos talentos no feedback, incentivando-os a melhorar.

São vários os indicadores de avaliação de desempenho. Ao levantá-los, é possível fazer uma análise mais precisa dos profissionais e gerar um retorno de informação mais completo, garantindo que os talentos sejam bem direcionados em seu processo de aprimoramento profissional.

Agora que está por dentro do assunto, que tal curtir nossa página no Facebook? Assim, você fica sempre por dentro das nossas novidades. Até lá!

Nova call to action
Nova call to action
Nova call to action