No primeiro episódio do Kenoby Cast, seu podcast de Recursos Humanos, tivemos uma conversa super legal com o Rodrigo Pádua, VP Global de Gente e Cultura da Stefanini e ele contou sobre sua trajetória pessoal e profissional, traçou um paralelo sobre seu gosto por esporte com sua decisão de trabalhar na área de gente e como ele vê o RH hoje.

No piloto, ele conta sobre sua carreira desde o início, quando teve a oportunidade de sair da sua cidade para ingressar na Brahma, que depois passou a fazer parte da Ambev, passando para detalhes sobre como ocorreu o processo seletivo na empresa em 1998 e o quanto de inovação a companhia aplicava na sua rotina, trazendo as melhores práticas internacionais para o Brasil.

E essa não foi a única experiência que o Pádua compartilhou no decorrer do episódio: ele também abriu o jogo sobre sua experiência na Danone e o modelo do RH da empresa, que era mais focado em gente do que em gestão e passou por um grande desafio de começar a olhar mais para os resultados, criar os KPIs (Key Performance Indicators) da área e a implementação de um programa de benefícios com base em performance, que foi inovador para a época, e comum nos dias de hoje.

Seguindo para a Gafisa, que foi a primeira experiência do Rodrigo como head de gente da empresa inteira, ele passou pelo desafio de manter a cultura da companhia, que se expandiu de 300 para 15 mil durante o boom do mercado imobiliário em pouco mais de 3 anos.

Hoje, o Pádua atua na Stefanini, que, segundo ele, é uma empresa que está passando por uma transformação digital. E lá o desafio é outro: manter uma cultura forte em mercados internacionais, onde a companhia atua por meio de aquisições de outras organizações de diversos segmentos.

Quer saber como foi esse bate-papo? Dê o play abaixo e confira!

Rating: 5.0/5. From 2 votes.
Please wait...