Como criar motivação no trabalho e aumentar a produtividade?

Nova call to action
Nova call to action

Assim como a sociedade, o perfil profissional vai se modificando com o passar do tempo. Antes, oferecer um bom salário era sinônimo de motivação. Porém, nos dias de hoje é preciso que a organização esteja disposta a investir em outras ações para garantir a motivação no trabalho.

Ter um funcionário envolvido com os objetivos da empresa e se dedicando para ter o melhor desempenho é a meta de qualquer organização. Quanto mais o empregado está motivado, maiores serão os ganhos da companhia, pois os colaboradores são os principais responsáveis pelas entregas e resultados da corporação.

Dessa forma, é necessário que hajam iniciativas empresariais que contribuam para aumentar o engajamento dos funcionários. Quer saber como criar motivação no trabalho e aumentar a produtividade da equipe? Confira o nosso post e entenda mais sobre o tema!

Qual a importância da motivação no trabalho?

Antes de tudo, você precisa entender o quanto é importante manter os funcionários motivados. Como dissemos, o engajamento do colaborador está diretamente ligado aos resultados da empresa, mas não somente por exercerem suas atividades com mais empenho.

Confira, a seguir, quais são os pontos que se destacam!

Mais bem-estar ao colaborador

Quando o trabalhador está motivado, seu bem-estar aumenta — o que contribui para que ele tenha uma vida mais saudável. O estado mental pode afetar o metabolismo, elevando a imunidade. Assim, é provável que as ausências por licenças médicas diminuam, reduzindo os custos relacionados a atestados, por exemplo.

Consequentemente, há uma melhoria para o clima organizacional, uma vez que a equipe estará engajada a cumprir as suas demandas. Entre as vantagens de contar com esse diferencial, destaca-se o favorecimento da tomada de decisões sólidas, a melhoria na comunicação e também no ambiente de trabalho, além da redução da rotatividade e do absenteísmo.

Melhoria da reputação no mercado

É fundamental que as empresas busquem por estratégias que tragam melhorias para a sua reputação. Tais ações permitem um volume maior de vendas, aumento no valor de mercado, além de contar com mais clientes que sejam promotores de sua marca.

Nesse sentido, a motivação contribui significativamente para o modo como o público e até mesmo outros concorrentes enxergam o seu negócio, pois o trabalhador motivado compartilha as ações e valores da organização com seu ciclo social. Isso contribui para que a companhia retenha talentos, seja desejada por outros profissionais e admirada pela sociedade como um todo.

Melhora a autoestima dos profissionais e o ganho de produtividade

Buscar por meios que tragam mais produtividade é outro ponto de preocupação para as empresas. Afinal, colaboradores que estejam voltados para o cumprimento de metas e para melhorias em suas demandas, consequentemente, contribuirão para trazer inovação e também para melhorar os resultados.

Uma equipe produtiva permite ainda o uso de menos recursos para atingir o mesmo objetivo, reduz os custos de produção, além de expandir a área de atuação no mercado, o que resulta em um maior número de talentos que desejam fazer parte de seu time.

A autoestima dos profissionais está diretamente ligada a esse ponto. Caso o colaborador não esteja confiante de sua competência e de suas habilidades, consequentemente ocasionará em frustração e também procrastinação, aumentando os riscos de os resultados almejados não serem alcançados.

A motivação no trabalho trará, nesse sentido, otimismo para a execução das demandas, espírito de trabalho em equipe, interesse por novos desafios, além de possibilitar que os profissionais desenvolvam a capacidade de oferecer feedbacks visando sempre a melhoria na rotina de trabalho.

Ganho de competitividade

A organização que busca se destacar no mercado é aquela que traz soluções para o dia a dia de seu negócio que contribuirão significativamente para uma boa experiência de seu cliente e também para a satisfação de seus colaboradores.

De acordo com Michael Porter, professor de Harvard com foco em administração, a vantagem competitiva trata-se de uma situação em que a empresa se diferencia de seu concorrente, o que permite a atração de clientes por meio de pontos que não podem ser imitados por outras empresas.

Conforme abordamos, a motivação no trabalho permite que os profissionais estejam sempre buscando por soluções que tragam crescimento para a organização. Além disso, eles se sentem mais engajados a buscarem por capacitação, o que permitirá melhorias diretas para o modo como exercem as suas atividades.

Também estarão mais preocupados com o bem-estar de seus colegas, proporcionando auxílio sempre que necessário, o que cria um trabalho em conjunto em prol dos mesmos objetivos.

Otimização do tempo

A otimização do tempo é um dos grandes desafios para a gestão de pessoas. Existe a necessidade de adotar ações que permitem que os colaboradores possam efetuar as suas funções em um prazo específico, de modo que atenda às necessidades da empresa sem sobrecarregá-lo. Equipes desengajadas tendem a perder o foco e a desenvolver a procrastinação, o que torna essa administração ainda mais desafiadora.

Já a motivação no trabalho permite o foco nas atividades, contribuindo para que demandas sejam realizadas em um curto espaço de tempo, trazendo uma performance mais atrativa para toda a equipe.

Assim, os times tendem a obter uma visão mais estratégica de suas funções, trazendo objetivos mais precisos para as suas atividades e traçando planos para chegar até esses resultados. Para saber mais sobre esse tema, faça o download gratuito do manual para desenvolver a marca empregadora.

A seguir, você verá algumas ações que podem ser realizadas pela corporação para melhorar a motivação no trabalho.

Como melhorar a motivação no trabalho?

Agora que você entende a importância desse assunto, vamos mostrar algumas ações que podem ser realizadas na sua empresa para melhorar a motivação no trabalho. Por meio de atividades práticas e também de melhorias em seu processo, todos os benefícios apresentados serão usufruídos com maior êxito pela sua equipe.

Proporcione um ambiente agradável

Uma das formas de manter o colaborador motivado é garantindo que o ambiente organizacional seja agradável e favorável ao desempenho de suas funções.

Cabe à empresa disponibilizar todos os recursos técnicos e tecnológicos para que as atividades do profissional sejam realizadas corretamente. Além disso, o espaço físico precisa ser seguro, confortável e adequado para o desenvolvimento das tarefas diárias.

A companhia também precisa estimular a harmonia entre os trabalhadores para que não haja competições internas. Deve ficar claro que todos fazem parte de um mesmo time, e que o trabalho em equipe é muito importante para as áreas e para os resultados da companhia.

A atuação da liderança é fundamental nesse ponto, pois ela tem o papel de ajudar a melhorar o relacionamento entre os liderados.

Valorize ideias

Outra forma de motivar os empregados é valorizar as ideias propostas por eles. Quando isso acontece, os colaboradores se sentem reconhecidos pelo local onde trabalham e têm mais vontade de apresentar novas soluções.

Quer um exemplo? A empresa pode premiar as melhores ideias. Para isso, devem ser definidos quais os tipos de sugestões serão aceitas, o propósito de cada uma e os critérios de avaliação.

Deve haver também a abertura para o diálogo, permitindo que os funcionários se sintam à vontade para opinar e dar sugestões. Nesse ponto, também é importante estar apto a dar feedbacks, positivos ou negativos.

Celebre conquistas e datas comemorativas

Toda conquista da organização deve ser celebrada. Afinal, os empregados são responsáveis pelo cumprimento dos objetivos e resultados da companhia. Dessa forma, é importante informar aos colaboradores sempre que alguma meta for alcançada e, se for uma política na empresa, compartilhar os ganhos obtidos.

Dia dos Pais, Dia das Mães, Natal e aniversários também não devem passar em branco. Esses momentos são importantes para proporcionar mais integração entre as equipes e melhorar o clima organizacional.

Ofereça oportunidades de aprendizado

Uma empresa que investe no aprendizado do colaborador, além de melhorar o desempenho no trabalho, ainda contribui para que o empregado tenha cada vez mais êxito em sua carreira.

As ofertas de aprendizado não precisam ficar limitadas às atividades que o funcionário exerce em sua função. Podem ser proporcionadas condições para que o trabalhador aprenda tarefas que ele possa aproveitar no dia a dia e, até mesmo, dentro de casa.

A empresa ainda pode realizar parcerias com faculdades e universidades para estimular o aprendizado acadêmico, como uma graduação ou pós-graduação. Isso mantém o funcionário motivado, pois ele enxerga que a empresa investe em seu conhecimento e acredita em seu potencial.

A integração entre a equipe também contribui com o aprendizado. Afinal, em um ambiente onde há troca de informação todos absorvem mais conhecimento.

Promova a saúde dos colaboradores

Se importar com a saúde dos seus funcionários é uma forma de mostrar que a empresa valoriza o seu pessoal. É possível promover campanhas sobre o assunto e usar canais de comunicação interna para orientar os colaboradores sobre a importância de cuidar do corpo e da mente.

Muitas empresas investem nas ginásticas laborais para melhorar a qualidade de vida dos empregados e, consequentemente, sua produtividade. Há também aquelas que promovem grupos de corrida ou caminhada, o que ajuda a estimular a integração entre o time.

Além de tudo isso, é preciso estar sempre atento à manutenção de aparelhos e espaços que podem comprometer o desempenho do trabalhador ou atrapalhar a produtividade.

Tenha um bom plano de carreira

Por último, tenha em mente que a maioria dos funcionários quer reconhecimento por seu trabalho — e subir de cargo é uma ótima maneira de proporcionar isso, se encontrando nos diferentes estilos de liderança. Dessa forma, implementar um plano de carreira pode ser uma boa escolha.

É preciso que esse plano esteja claro para o trabalhador desde o início da carreira em uma empresa. Isso o ajudará a saber como deverá atuar para alcançar promoções e a motivá-lo a se empenhar cada vez mais.

Como avaliar a motivação dos colaboradores?

A motivação dos colaboradores pode ser avaliada de diversas formas. Entender esses resultados contribuirá para que você aperfeiçoe as estratégias e permita uma maior satisfação de seus profissionais, garantindo que haja uma performance mais produtiva em sua equipe. Confira!

Produtividade diária

Como vimos, quando o colaborador está motivado, ele trabalha mais e tem um melhor desempenho em suas atividades. Assim, é possível usar a produtividade como um parâmetro para avaliar a motivação dos funcionários.

O baixo rendimento nas tarefas pode ser um indicativo de conflitos internos, remuneração menor que a média do mercado, problemas pessoais e diversos outros fatores que têm uma grande influência sobre a motivação. Uma performance não muito boa é um indicador que deve ser investigado.

Converse com o trabalhador sobre a queda de desempenho e busque entender as razões dele. Tenha uma escuta apurada para compreender a situação que o profissional está passando e procure construir uma solução junto ao funcionário.

NPS

O Net Promoter Score foi desenvolvido inicialmente como uma pesquisa de satisfação de clientes. Mas, como ele alcançou muito sucesso no mercado, passou a ser usado também em pesquisas internas nas mais diversas empresas.

O NPS funciona a partir de um único questionamento: “de zero a 10, o quanto você indicaria nossa empresa para um amigo ou colega?”.

Basicamente, o zero significa que a pessoa não recomendaria, enquanto o 10 é um indicativo da recomendação da empresa para outras pessoas. Dependendo da forma como a avaliação é aplicada, é possível pedir ao profissional uma justificativa para a pontuação dada.

O NPS pode fornecer informações valiosas para a empresa, como pontos de destaque ou melhorias. Com esse método, também é possível ter uma visão do contentamento dos liderados com o trabalho.

Retenção de colaboradores

A alta rotatividade de profissionais pode ser um indicador de problemas na corporação. Lideranças pouco efetivas, más condições de trabalho e conflitos entre os colegas podem ser alguns dos itens que geram um elevado turnover. Dificuldades como essas provocam desmotivação e baixa produtividade, além de levarem os funcionários a se empenharem na busca por novos empregos.

Ter elevados índices de rotatividade é prejudicial para qualquer negócio. Há custos com as verbas rescisórias, com novas contratações e com o treinamento dos novatos. Isso sem falar nos vários esforços empenhados na adaptação do novo funcionário ao trabalho.

A retenção de talentos, ao contrário, indica que os processos estão correndo bem. Observe essa variável e, sempre que algum funcionário for desligado da empresa, faça entrevistas de desligamento.

Durante esse tipo de entrevista, você pode investigar com o profissional as reais motivações da saída dele da empresa. Assim, é possível ter indicativos dos fatores que estão provocando o elevado turnover.

A taxa de turnover em um determinado espaço de tempo pode ser determinada pela fórmula:

Taxa de turnover = número total de demissões/número de funcionários em determinado período

O ideal é que a taxa seja no máximo de 5%. Mais do que isso, exige a tomada de providências.

Absenteísmo

O absenteísmo é a ausência dos funcionários no trabalho, por falta ou atraso. Ele é prejudicial para a empresa, pois a corporação remunera o colaborador, mas não pode contar com ele durante o expediente.

É claro que algumas ausências acontecem, mas, quando elas se tornam recorrentes, é importante investigar melhor a questão.

Elevados índices de ausências podem ser indicativos de problemas, como uma política frágil de incentivos na empresa, conflitos entre os colegas, lideranças autoritárias ou até mesmo falta de identificação do profissional com as atividades desenvolvidas.

Nesse cenário, sempre que um funcionário apresentar muitas faltas, é preciso conversar com ele para identificar qual é o problema.

Além disso, observe se há muitos atestados médicos. Os empregados que trabalham em ambientes desmotivadores e conflituosos podem ter diversas doenças devido ao mal-estar no trabalho.

Uma forma de avaliar o nível de absenteísmo de um mesmo profissional, no período de um ano, é pelo Fator de Bradford. Ele é dado pela fórmula:

Fator de Bradford = F x F x D

  • F = frequência de faltas de um trabalhador;
  • D = número total de dias ausentes.

O valor máximo aceitável para esse fator é 250. Acima disso, é necessário conversar com o empregado para entender o que está acontecendo.

Pesquisas de clima organizacional

As pesquisas são fundamentais para investigar o clima organizacional que os colaboradores estão vivenciando. Um clima negativo, conflituoso e extremamente competitivo é um fator de peso na redução da motivação. Já atmosferas positivas, criativas e estimulantes são excelentes para a qualidade de vida e o engajamento do profissional.

Assim, fazer a pesquisa de clima é um passo básico para identificar os problemas do ambiente de trabalho e desenvolver ações para a correção das dificuldades.

Qual o papel do gestor na motivação e no engajamento da equipe?

O gestor tem um papel decisivo na motivação e no engajamento da equipe. Ele é um profissional de referência para o time e as ações dos funcionários se espelham no exemplo dele.

Se o líder se mostra desanimado e pouco envolvido com o trabalho, os colaboradores tendem a se desvincular de suas tarefas e a não se engajar. Por outro lado, se o gestor é motivado, ele incentiva a equipe e multiplica um clima positivo no local de trabalho.

O líder tem o papel de direcionar o time, estimulando sua responsabilidade e autonomia. Além disso, ele é o principal responsável pelos feedbacks, o que é decisivo para engajar a equipe, corrigir problemas e recompensar esforços que geraram bons resultados.

Gestores autoritários e pouco abertos a ideias tendem a inibir a criatividade dos funcionários, além de criarem atmosferas nada motivadoras para os subordinados. Assim, ter um gerente que sabe lidar com pessoas, com capacidade de lidar com conflitos e de incentivar a todos pode gerar ótimos resultados para o negócio.

Desenvolver motivação na empresa é fundamental para garantir um bom desempenho e produtividade. Aplicar estratégias para incentivar o time e proporcionar mais qualidade de vida para os colaboradores é fundamental nesse processo.

Usar os métodos de avaliação da motivação no trabalho é uma importante estratégia para diagnosticar problemas e identificar as potencialidades de uma empresa. Além disso, é necessário fornecer capacitação e treinamento para os líderes, pois eles são decisivos no engajamento do time.

E você? Já testou algum outro método para aumentar a produtividade de uma equipe? Deixe seu comentário e compartilhe sua opinião com a gente!

Nova call to action
Nova call to action
Nova call to action