Teste palográfico: entenda o que é e por que utilizá-lo

Nova call to action
Nova call to action

Na hora de contratar um novo profissional, é importante ir além das competências técnicas. Isso significa que é essencial contar também com ferramentas validadas e eficientes para avaliar traços individuais de personalidade e outras características dos candidatos.

Tudo isso ajuda na tomada de decisão sobre o melhor profissional para exercer a função da vaga em aberto.

Entre essas ferramentas, estão os testes psicológicos. Nesse contexto, o teste palográfico ganha destaque por auxiliar na identificação de traços como níveis de extroversão, equilíbrio emocional e insegurança, entre outras características dos candidatos. É um instrumento extremamente completo e confiável que vem ganhando cada vez mais adesão dentro das organizações.

A aplicação de testes comportamentais e técnicos é fundamental para mensurar conhecimentos e atitudes dos talentos. Para ajudar você, separamos um webinário gratuito sobre como utilizar testes online no processo seletivo.

Quer saber mais sobre o teste palográfico? Então continue a leitura e descubra como ele funciona, quais características podem ser analisadas e todos os benefícios que esse tipo de ferramenta pode gerar para a sua empresa!

O que são testes psicológicos e qual a importância deles para as organizações?

Os testes psicológicos são ferramentas desenvolvidas por psicólogos para avaliar uma série de características dos indivíduos. Existem diversos tipos de testes destinados à avaliação da personalidade, inteligência e atenção, entre outros.

O diferencial dessas ferramentas é o fato de que elas passam por um longo processo de construção e validação. Isso significa que são desenvolvidas dentro das universidades, utilizando o que há de mais moderno em teorias psicológicas.

Além disso, a qualidade do instrumento é atestada devido à grande quantidade de pesquisas realizadas para construir o teste e validá-lo com a população brasileira.

Dessa forma, são adotadas medidas confiáveis em relação às características individuais das pessoas. Assim, quando você incorpora esse tipo de ferramenta aos processos da sua empresa — tanto nos processos da área de Recursos Humanos quanto no recrutamento e seleção — aumenta a qualidade das avaliações organizacionais.

Com isso, é possível ter acesso a dados precisos e válidos sobre as características individuais da equipe. Os testes fornecem insumos poderosos para embasar a tomada de decisão, tanto em relação aos melhores candidatos de um processo seletivo quanto em relação à criação de estratégias relacionadas a quem já faz parte da equipe.

Como funciona o teste palográfico?

O teste palográfico é um teste do tipo projetivo, o que significa que ele acessa as características pessoais dos indivíduos de forma indireta. No caso do palográfico, isso é feito por meio de representações gráficas.

A aparente simplicidade na aplicação do teste palográfico contrasta com a amplitude de observações e análises que são possíveis de se aferir a partir dele. Para entender melhor seu funcionamento, a pessoa que está sendo avaliada deve fazer alguns traços de acordo com as instruções do aplicador do teste.

Esses traços verticais são chamados de palos, e é de acordo com a quantidade, o formato e o posicionamento deles que o avaliador identifica características pessoais do profissional.

O teste palográfico pode ser aplicado individualmente ou em grupo, dependendo da necessidade e objetivos da empresa. Além disso, é importante saber que não existem respostas certas ou erradas.

Seu objetivo é gerar informações sobre características individuais. Portanto, o perfil ideal é indicado pelas características da empresa e da função que o colaborador vai assumir.

Quais características o teste palográfico avalia?

O teste palográfico avalia uma série de características comportamentais e de personalidade de quem o realiza. Algumas delas são:

  • produtividade: aponta o ritmo de trabalho do avaliado;
  • iniciativa: mostra a capacidade do avaliado tomar a frente em situações específicas;
  • agressividade: pode apontar a capacidade e forma de reação em situações de conflito;
  • organização: verifica a capacidade de organização do indivíduo;
  • relacionamentos: mede o comportamento do ponto de vista das relações interpessoais;
  • transtornos psicológicos: pode mostrar se o candidato apresenta algum distúrbio emocional;
  • uso de álcool ou outras substâncias: também podem ser percebidos por meio do exame.

Esses são apenas alguns dos traços que o teste palográfico pode acessar. Portanto, como você pode perceber, o exame é um instrumento muito completo na hora de acessar informações sobre características pessoais dos integrantes da equipe.

Quem pode aplicar e analisar os resultados do teste palográfico?

Esse é um elemento de atenção muito importante para quem faz uso de testes psicológicos dentro da empresa. Isso porque, de acordo com o Conselho Federal de Psicologia, apenas psicólogos formados e com registro no conselho podem aplicar e analisar testes.

Existe um treinamento específico para cada um dos testes psicológicos — incluindo o teste palográfico. Para garantir a validade dos dados, é essencial que a aplicação siga uma norma específica, a qual o profissional de psicologia tem acesso durante o curso de graduação.

Além disso, a interpretação dos resultados também é bastante complexa e requer conhecimentos específicos. Portanto, é essencial que o profissional tenha conhecimento sobre a melhor forma de realizar essa tarefa.

Existem ainda cursos específicos para a aplicação e análise do palográfico. Eles aumentam a qualidade dos resultados e, dessa forma, devem ser levados em consideração na hora de escolher o melhor profissional para a aplicação do teste.

O teste palográfico é confiável?

O teste palográfico é bastante confiável. Não é à toa que é um dos exames mais usados para avaliação de personalidade, reconhecido pelo Conselho Regional de Psicologia e usado em órgãos importantes, como a Polícia Federal (para a liberação de porte de armas) e Detran (para autorizar a carteira de habilitação).

Isso porque ele segue os rígidos critérios de controle que se aplicam a todos os testes psicológicos. Também conta com tabelas de análise que definem o resultado, levando em consideração o sexo e a escolaridade da pessoa avaliada.

Por fim, sua validade precisa ser revisada por equipes científicas de tempos em tempos. O teste palográfico também segue essa norma do Conselho de Psicologia e, com isso, garante que os resultados sejam válidos ao longo do tempo.

Como usar o teste na seleção de talentos?

Um dos processos que ganha muito em qualidade ao acrescentar o teste palográfico é o recrutamento e seleção da empresa, uma vez que ele ajuda a identificar os profissionais com personalidade condizente com a cultura organizacional.

É capaz também de detectar alguns elementos relacionados ao comportamento do candidato no dia a dia do trabalho, aumentando a previsibilidade do processo seletivo. Isso significa que você consegue entender com mais credibilidade os comportamentos e características individuais dos colaboradores.

Dessa forma, é possível gerar insumos para que você identifique se aquele candidato é adequado para as funções que vai desempenhar dentro da organização. Além disso, consegue analisar o fit cultural do candidato com o seu negócio, melhorando a eficiência da contratação.

A aplicação desse teste pode evitar uma série de transtornos relacionados a contratações equivocadas, evitando altos índices de turnover e melhorando a produtividade da empresa.

Mapear os pontos fortes e pontos fracos dos colaboradores é outra vantagem do teste palográfico no processo de seleção. Ele permite analisar aspectos que a simples análise de currículo ou mesmo entrevista presencial com os candidatos não possibilitam.

O mapeamento do perfil que o teste oferece, permite apontar as deficiências que um profissional precisa superar para alcançar os melhores resultados.

Quais os benefícios de utilizar o teste palográfico na retenção de talentos?

A utilização do teste palográfico também traz uma série de benefícios relacionados à retenção de talentos na empresa.

Quando você incorpora o teste palográfico na sua organização, é possível identificar quais são as características pessoais do seu time. Dessa forma, pode cruzar esses dados com as exigências de cada um dos cargos e atividades realizadas para descobrir qual o colaborador mais adequado para cada um deles.

A partir dessa análise, é possível realocar a equipe de maneira a potencializar os pontos fortes de cada um dos colaboradores, colocando-os para realizar as atividades nas quais apresentam desempenho melhor e que agreguem mais valor para a empresa.

Isso aumenta os índices de retenção de talentos, uma vez que permite que o colaborador utilize as suas habilidades para fazer aquilo de que gosta. Assim, torna-se mais satisfeito e motivado dentro da organização, reduzindo a possibilidade de saída do profissional.

Com a utilização do exame palográfico, existe a possibilidade de identificar as principais necessidades de capacitação do time. Dessa forma, na hora de investir no desenvolvimento de colaboradores, é possível buscar as capacitações mais adequadas ao perfil do time e que supram as necessidades de desenvolvimento da equipe.

Com colaboradores mais capacitados, você cria uma equipe mais satisfeita, motivada e, assim, mais propensa a continuar integrando o time, o que aumenta a produtividade e reduz custos.

Por fim, o teste palográfico também auxilia na tomada de decisão sobre as melhores práticas do setor de RH. Vale lembrar que a gestão de pessoas é uma das maiores responsáveis por garantir a retenção de talentos na empresa.

Quais os benefícios do teste palográfico para a empresa?

Um bom desempenho nos processos de recrutamento e seleção se refletem na produtividade e competitividade de uma organização. Por isso a aplicação de testes psicológicos não se resume a uma mera etapa dentre tantas outras realizadas pela equipe do RH.

A aplicação dos testes palográficos pode garantir uma série de benefícios tangíveis para a organização, que vão da qualificação da força de trabalho ao controle das despesas com pessoal. Confira alguns destes benefícios.

Redução de custos

O controle de custos é uma variável bastante relevante para a área de gestão de pessoas de uma organização. O processo de recrutamento, seleção e desenvolvimento de capital humano exige um investimento relevante das empresas.

Logo, é desejável que esses processos sejam mais eficientes, a fim de garantir a otimização dos recursos. Uma seleção mal feita pode gerar uma demissão mais adiante, o que gera uma dupla despesa. A primeira com os trâmites do desligamento em si e a segunda com um novo processo de seleção.

Além disso, um perfil que não se enquadra nas necessidades ideais para o desenvolvimento de atividades em equipe, também pode ser fonte de conflitos prejudiciais à produtividade.

A aplicação, de forma adequada, do teste palográfico pode prevenir as situações descritas acima. Ele é efetivo para mapear traços do perfil profissional de um candidato e verificar se ele se adaptada à cultura da empresa.

Também identifica traços de personalidade mais afeitos à função que ele deverá exercer na empresa, o que pode reduzir o risco de uma contratação equivocada.

Controle do turnover

Além da redução dos custos, a eficácia no recrutamento e seleção também tem impacto no turnover da empresa. Uma rotatividade excessiva, além de prejudicar o desempenho da equipe, compromete o clima organizacional e pode proporcionar reflexos na contratação de novos profissionais.

Quando uma organização é vista pelo mercado como “aquela empresa onde ninguém fica”, seja pelo turnover voluntário (provocado pelo colaborador), seja pelo involuntário (por iniciativa da organização), perde atratividade na avaliação dos principais talentos.

Identificação de lideranças

O teste Palográfico é uma ferramenta extremamente útil não apenas durante a seleção de novos talentos no desenvolvimento dos colaboradores e nos processos de promoção.

Por meio do exame é possível identificar, por exemplo, se um colaborador tem capacidade de liderar pessoas e obter a máxima produtividade de uma equipe, conduzindo-a a melhores resultados.

Ao utilizar o teste palográfico, você passa a conhecer melhor o seu funcionário. Com isso, é possível que o setor de RH crie estratégias direcionadas para trabalhar as principais características e necessidades da equipe. Dessa forma, o RH atua de maneira mais estratégica e alinhada aos objetivos do time como um todo.

Vimos que a utilização de testes psicológicos como forma de avaliar características individuais do time é uma prática que pode gerar ótimos resultados para a empresa. Entre eles, o teste palográfico é um dos mais utilizados devido à credibilidade da ferramenta e da quantidade de características que é capaz de avaliar.

Para isso, porém, é essencial contar com profissionais capacitados para aplicar e analisar os resultados. Dessa forma, você aproveita todos os benefícios que ele gera para o seu negócio!

Gostou do conteúdo? Então aproveite e assine a nossa newsletter! Assim você fica sempre por dentro de todas as atualizações do nosso blog e recebe mais conteúdos como este diretamente no seu e-mail.

Nova call to action
Nova call to action
Nova call to action