Já faz algum tempo que as empresas concluíram que a avaliação de novos talentos não deve ser limitada à análise da qualificação e de experiências anteriores de um profissional. Por esse motivo, os setores de RH passaram a utilizar diferentes tipos de testes psicológicos para conhecer mais a fundo os candidatos.

São inúmeras as opções e ferramentas para realizar essa análise, mas três delas destacam-se como as mais usadas pelos recrutadores os testes Quati, Palográfico e o Teste de Atenção Concentrada. Para saber mais sobre eles, continue a leitura!

Ah, mas antes, já experimentou ouvir o conteúdo? É rápido e simples! É só dar o play.

Os testes psicológicos

Antes de continuarmos, é importante deixar claro que a aplicação de testes psicológicos e a interpretação dos seus resultados, são atividades que só podem ser realizada por psicólogos. 

Por meio dos testes psicológicos, é possível avaliar uma série de características do candidato, que vão além de suas experiências profissionais e conhecimento formalmente adquirido. Eles permitem analisar traços de personalidade e aspectos comportamentais.

A avaliação psicológica permite identificar, por exemplo, a reação do candidato quando é pressionado ou como ele lida com a hierarquia da empresa. Também permite identificar se ele tem capacidade de trabalhar em equipe ou como reage ao ser confrontado por uma situação de risco.

Existem diversos tipos de testes psicológicos que podem ser aplicados durante um processo de seleção. Cada um deles tem um objetivo e uma metodologia. O tipo da atividade que será executada pelo contratado, a cultura da empresa e o perfil desejado de profissional são alguns fatores que influenciam a definição por parte do RH quanto a qual teste aplicar.

Alguns dos testes psicológicos precisam ser aplicados presencialmente, porém, existem outros que podem ser aplicados de maneira remota, permitindo a aplicação em larga escala.

Para saber mais sobre os testes online, assista ao nosso webinário sobre o assunto e fique por dentro!

Webinário: Testes Online


Os testes psicológicos mais utilizados

1. Palográfico

Por meio do teste palográfico, o recrutador busca identificar traços da personalidade do avaliado utilizando um procedimento bastante simples: a análise de linhas paralelas desenhadas pelo candidato em uma folha de papel.

Apesar dessa aplicação absolutamente simplificada, a análise dos resultados do teste exige certo grau de experiência por parte do psicólogo que realiza o recrutamento.

De acordo com as características dos traços (estreitos, espaçados, inclinados etc), o recrutador identifica diferentes aspectos da personalidade do candidato. O temperamento e o estado de humor estão entre as características possíveis de avaliar por meio do teste palográfico.

2. Quati

O Questionário de Avaliação Tipológica (Quati) também busca identificar traços da personalidade do candidato. Isso é observado ao analisar as escolhas que o avaliado faz quando é colocado em situações cotidianas.

As respostas dadas pelo candidato às diversas afirmativas que compõem o questionário demonstram como pode ser o seu comportamento no ambiente de trabalho. Assim, o recrutador pode verificar se o indivíduo é introvertido ou extrovertido, sentimental ou racional etc.

Além de processos de seleção, o Quati também é utilizado para orientação vocacional e avaliação de potencial, entre outras finalidades.

3. Teste de Atenção Concentrada

Para o teste de atenção concentrada, o recrutador avalia a capacidade de concentração dos candidatos mesmo em situações estressantes e sob pressão. Em sua aplicação, o candidato recebe uma folha com triângulos de formas e tamanhos diferentes. A partir daí, ele deve identificar as linhas que ocupam a folha, posicionando-as dentro do retângulo. Esse teste pode ser aplicado tanto individualmente quanto em grupo.

Cada um dos oito desenhos do teste expõe um traço da personalidade do candidato. Após completar os desenhos, o candidato deve registrar a ordem em que eles foram executados e responder às perguntas — quatro, no total — sobre suas preferências.

A importância dos testes psicológicos

Com a competitividade em níveis elevados, não basta para a empresa identificar aqueles candidatos com as melhores capacidades técnicas. É preciso se certificar de que eles se adequarão à cultura do negócio, podendo desenvolver todo o seu potencial e entregar resultados diferenciados.

Isso é o que se busca identificar com a aplicação dos diferentes tipos de testes psicológicos em processos de seleção.

Quais benefícios os testes psicológicos para recrutamento e seleção trazem para a empresa?

O clima organizacional da empresa é favorecido, graças a um melhor relacionamento e integração entre colegas, formando uma equipe mais coesa. A retenção também aumenta, já que a identificação do perfil de personalidade evita surpresas durante a experiência ou até mesmo meses após a contratação.

Com a realização desses testes, a empresa já tem uma noção de como o candidato vai se comportar sob pressão e pode até mesmo usar essas características como fatores para embasar um planejamento de sucessão ou programas de desenvolvimento.

Por fim, com a queda do turnover, a necessidade de novos processos seletivos diminui e é possível atingir maiores índices de produtividade, podendo impactar até mesmo seu employer branding de maneira positiva.

Agora que você já sabe mais sobre os testes psicológicos para recrutamento e seleção, seus principais tipos e o impacto que trazem para a empresa, pode pensar em incluir essa etapa na hora de escolher seus próximos funcionários e aprimorar o processo atual.

Este conteúdo foi interessante para você? Então, que tal compartilhá-lo em suas redes sociais? Até a próxima!

Rating: 5.0/5. From 3 votes.
Please wait...